O ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Manuel Homem, assegurou hoje, em Luanda, na cerimónia de relançamento do portal da empresa, no âmbito do Dia Mundial dos Correios, assinalado hoje, afirmou que o evoluir das novas tecnologias veio colocar muitos desafios ao sector, devendo ser acompanhado de fortes investimentos.

“Hoje é um dia muito importante para a área dos correios, em que a divisa deve ser materializada no grande investimento nos recursos humanos, equipamentos e também nas infra-estruturas. Ainda em 2021 deve-se concretizar o código postal. A pandemia obrigou a uma maior procura dos serviços de correios e o portal, aliado a outras acções, é a materialização da modernização, sendo possível transformá-la em igual a outras empresas”, disse.

Espera que, essencialmente, esses serviços continuem a funcionar e que os seus suportes devem ser feitos com regularidade, contando com os apoios necessários por parte do Governo. “Por tudo que está a ser feito, continuaremos a monitorar, para que a qualidade dos serviços se mantenham, em benefício do país e dos cidadãos”, frisou.

Por sua vez, o presidente do conselho de administração da Empresa Nacional de Correios e Telégrafos de Angola – E.P., Walter Teixeira, expressou o compromisso da instituição em continuar a trabalhar arduamente na concretização dos seus propósitos e contribuir na arrecadação de mais receitas para o Estado. Além de admitir que a Covid-19 veio dificultar alguns serviços da empresa, com a diminuição dos voos, o engenheiro destacou que, mesmo assim, tiveram um aumento de encomendas postais.

Exemplificou que dos 20 voos semanais anteriores, agora beneficiam apenas de quatro, com uma média de cerca de 20 mil encomendas. No acto, decorrido na sua sede, que também contou com as presenças dos secretários de estados das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, Mário Oliveira e Nuno Caldas Secretário de Estado da Comunicação Social, foram homenageados dois antigos trabalhadores, no caso Fernando Faria e Félix Lourenço. Quanto ao portal www.correiosdeangola.ao tem como principal objectivo facilitar o expedidor, que não precisará se deslocar às instalações dos correios, para saber das suas encomendas e outras situações. O utilizador poderá acompanhar a trajectória das suas encomendas, numa apresentação feita pelo administrador executivo para área de tecnologia, Denilson Costa.